Cuidar > Skincare

Quanto do passado tem nos produtos de beleza de hoje?

13.05.2022 • Ana Luiza Andrade
43 comentários

No último post, eu falei sobre como a gente passa a gostar de certas coisas (e detestar tantas outras) coletivamente. A cada época, o formato das unhas, os tons de batons e produtos para passar na pele vão modificando a ideia que temos do que é bonito. Um bom exemplo são as sobrancelhas: bem grossas nos anos 1980, superfinas nos anos 1990, mais desenhadas, preenchidas e penteadas para cima nos últimos anos. 

Essas mudanças são bastante comuns nos padrões estéticos, mas é também comum que produtos e tendências que já gostamos muito no passado voltem a ser os queridinhos dos dias atuais. Quer ver?

Alongamento de cílios é uma das grandes novidades do mundo dos cosméticos e da beleza nos últimos tempos, certo? Errado! Métodos de alongamento, cílios postiços, máscaras que prometem mais volume são sucesso desde os anos 1920, quando os cílios já eram uma preocupação feminina.

Dois momentos da Cilion: em 1950, mais machista impossível, e em 1920, dando brilho às pálpebras (que? haha) Fotos: Arquivo Marcelo Bonavides e Propagandas Históricas

Os cílios deveriam ficar mais vistosos e destacados com a ajuda de produtos que, além de embelezar, também evitavam inflamações nos olhos. A ideia era cuidar da aparência das mulheres, mas também da saúde. Naquela época, o match foi perfeito: a indústria farmacêutica e os cosméticos se juntaram, pra nunca mais se separar!

Historicamente, a comunicação da publicidade com a mulher sempre veio acompanhada de muito machismo, como no exemplo clássico ali de cima: os cílios bem cuidados da secretária chamaram tanto a atenção do chefe, que ele virou seu marido. Credo! Péssimo, né? 

Sabe o que mais já foi um sucesso? Os pós bronzeadores. Pois é, bronzeamento artificial, iluminadores e bronzeadores não são novidade nenhuma. Se os pós de arroz serviam para deixar a pele mais clara e uniforme, o rouge pó bronzeador prometia um aspecto saudável e o efeito das praias do Rio para as mulheres de todo o Brasil.

É isso mesmo, nos anos 1940, a Colgate fazia pó bronzeador! haha Fotos: Propagandas Históricas

A mulher faz tudo

No início do século XX, eram muitos os anúncios de produtos cosméticos para a pele e para os cabelos. À medida que as mulheres da classe média começaram a entrar no mercado de trabalho, a publicidade entendeu que os produtos para elas precisavam ser práticos! Foi aí que a maioria das propagandas voltadas para as mulheres passou a ser de eletrodomésticos. Só com máquinas de lavar, batedeiras e liquidificadores, elas conseguiriam trabalhar fora de casa e ter tempo para manter a casa em ordem. Essa estrutura machista da sociedade transformou o cotidiano feminino em uma jornada insana de dar conta do trabalho, da casa e dos filhos. E tudo mantendo a boa aparência, claro! Começa então a era dos esmaltes e batons vermelhos. Esses nunca saem de moda!

Formato e cor de unha atemporais já em 1940 e uma homenagem à clássica propaganda do chocolate dos anos 90, quem lembra? Fotos: Revista Z Cultural e Propagandas Históricas

Mais fechado, mais alaranjado, com brilho ou fosco, os esmaltes e batons vermelhos pareciam ser a tradução da feminilidade e por isso sempre fizeram tanto sucesso. O mais famoso deles, o Ruby Woo, da MAC, é da linha Retro Matte. Esse retro não tá aí à toa, ta? 

Entra coleção, sai coleção, o Ruby Woo continua! Foto: MAC

Mas não é só de maquiagem que se faz uma boa rotina de cuidados de uma mulher. Nunca foi! As mulheres sempre foram alvos certeiros de produtos de higiene pessoal e as empresas investiam bastante nisso. É o caso dos sabonetes, que não só perfumavam, mas também prometiam beleza. Tudo isso promovido por atrizes, modelos e estrelas da mídia de suas épocas – olha aí a sociedade de influência! 

Maqui é uma das estrelas que usa Lux hoje em dia haha Fotos: Propagandas Históricas e Museu da Propaganda

Para cada mulher, uma mensagem diferente.

O que era vendido para as mulheres adultas, donas de casa e responsáveis pela vida doméstica e por suas jornadas de trabalho, não era o mesmo anunciado para as jovens. Juventude, aliás, é bastante ligada à ideia de beleza, né? 

A jovem moderna que lia a Capricho nos anos 1950 já indicava o espaço que a revista ocuparia em um processo amplo de transformação dos costumes femininos. Karol e Maqui que o digam! A partir dos anos 1960, as propagandas da revista acompanharam o início de um período de maior liberdade sexual e passaram a sexualizar (mais ainda!) as mulheres. 

Nos anos 50 e 60, “ela é moderna porque lê Capricho”, mas também é sexualizada nos anúncios

São muitos os exemplos de como o mercado de produtos cosméticos vendeu e promoveu padrões de beleza baseados em uma mulher ideal, longe da realidade e sufocada pelo machismo da necessidade de unhas sempre feitas, salto alto no pé e pele sem imperfeições, mesmo com as demandas do cuidado com a casa e com os filhos. Isso também não é novidade!

Ainda temos muito a avançar na equidade de gênero e em romper com padrões estéticos que oprimem, mas hoje, precisamos ressignificar os produtos cosméticos e a maquiagem, eles devem ser usados para nos libertar, nos divertir e melhorar nossa autoestima. E mais importante: sem obrigação nenhuma!

Bola de cristal

Chutem comigo: qual é a próxima tendência de beleza do passado que vai voltar? As maquiagens carregadas para o dia a dia como nos anos 1940? Será que os cabelos ondulados bem marcados, como nos anos 1920, ainda voltam? Sabrina Sato apareceu essa semana no programa Saia Justa com o cabelo bem nesse estilo!

1920 vs 2022: mais de 100 anos depois, o mesmo cabelo Fotos: Propagandas Históricas e reprodução Instagram

E você, que moda gostaria que voltasse? Do que você tem saudade? E o que você não quer que volte de jeito nenhum? Conta aqui nos comentários que vou adorar saber.

Ana Luiza Andrade
Comentários

  1. Priscila  13.05.2022 | 19:02  

    Adorei! Excelente materia!

  2. Silvana Ramos  13.05.2022 | 20:55  

    Assunto muito interessante. Às vezes não nos damos conta do quanto o que é tendência hoje já foi sucesso no século passado. Muito bom.

    • Débora Raquel  13.06.2022 | 18:48  

      Confesso que amo tamanco, mas calça de cintura baixa e sobrancelha fina não daaaaa😂

  3. Rafael Romano  13.05.2022 | 21:56  

    Como eu amo um conteúdo de blog!!!
    Ana Luiza que conteúdo incrível, tá arrasani.
    Traz mais que já quero 🤩

  4. Yanka  13.05.2022 | 22:04  

    A moda da sobrancelha fina pra mim me dá medo hahah
    Usar tamanco também!

  5. Gisa  13.05.2022 | 22:04  

    Adorei, adorei!!
    Até no que menos imaginamos há influência da cultura patriarcal, né? Conhecimento liberta 💜

    • Ana Laura  26.05.2022 | 21:33  

      Conteúdo incrível! Leitura me prendeu! Provou que beleza, moda e afins não são futilidades, é histórico, político e social.

  6. Anna Luiza  13.05.2022 | 22:09  

    Que texto perfeito! To amando saber mais um pouco desse assunto!

    • Náthally  13.05.2022 | 22:52  

      Que texto bom! O moderno é retro mesmo hahahaha Tô amando o blog 😻

    • Mylena Germano  13.05.2022 | 23:26  

      Incrível perceber o quanto nós mulheres evoluímos,e precisamos ainda evoluir,com esse post percebemos o quanto ainda temos uma sociedade machista e que devemos fazer o que” Nós”queremos,independente se está em alta na sociedade de moda ou não. Obrigada por esse post tão necessário💜💜💜

      • Jéssica  16.06.2022 | 01:16  

        Adorei, uma visão que nem sempre vemos ou lembramos. Obrigada pelo conteúdo, espero cada vez mais descobrir com vocês essas curiosidades que fazem parte do nosso dia a dia.

    • Leticia  14.05.2022 | 00:29  

      Puts, que texto foda! Incrível ver as raízes do que achamos tão moderno hoje!

    • Anabela Dias  14.05.2022 | 04:58  

      Que texto maravilhoso, Ana Luiza! Também adorei ver as imagens com publicidades antigas, ficou incrível 👏👏👏

  7. Melanny Carvalho  13.05.2022 | 22:13  

    Campanhas de cosméticos para todos os tipos de mulheres deveria ser básico já.
    Pochete nunca deveria ter voltado kkkk
    Wide leg/pantalona eu amei e ficar p smp.

  8. Yasmin Lima  13.05.2022 | 22:20  

    Olá Karol! Olá Maqui!! Amei o post!! Mas agora eu preciso dizer isso pra vocês:

    A muito tempo (esses últimos 2 terríveis anos), eu não tinha mais gosto pela internet, e só me vinha na cabeça como era legal a época do blog, época da minha adolescência onde eu tinha inúmeras revistas da capricho, todateen, e o quanto eu amaaaava ler os conteúdos e inclusive queria muito ter um blog, mas nunca tive coragem!
    E exatamente quando eu estava no limite de achar que os conteúdos na internet não fazem mais tanto sentido, você e Maqui, leu a minha mente, ou melhor, a mente de todas nós, e voltaram com o blog! Isso pra mim foi inspirador, inclusive, anos depois, com uma maturidade maais aflorada kkk, consigo dizer que hoje eu tenho coragem de abrir o meu blog que tanto sonhei, talvez não é o momento do sucesso em ter blog, mas o simples fato de fazer algo que a gente ama, se expressar através das palavras! Ah isso não tem preço!

    Obrigada mesmo, por reacender a chama dos blogs 🔥💕

    Obrigada Karol e Maqui!

  9. Poliana  13.05.2022 | 22:33  

    Adorei a leitura, essa mescla de História e Comportamento. É a “indústria” do marketing sempre trabalhando contra as mulheres.

  10. Fernanda  13.05.2022 | 22:39  

    Amei o texto e as imagens das propagandas antigas. Muito legal ver como a sociedade caminha olhando para o passado.

  11. Nathalia Grano  13.05.2022 | 23:12  

    Que post importante e sério! Obrigada por isso, meninas.

  12. Verônica  13.05.2022 | 23:13  

    A volta dos anos 2k tá sendo um horror! É calça de cintura baixa, sobrancelha super fina (o monte de mulher com micropigmentação vendo isso kkkk), só falta a calça por debaixo da saia boho pra o pesadelo ser completo

  13. Blenda  13.05.2022 | 23:32  

    Amei o post, me surpreendi com muita coisa, parabéns!

  14. Jéssica  14.05.2022 | 00:37  

    Acho que cabelos marcados como o da Sabrina podem voltar repaginados, já tem muita cacheada usando o baby hair alinhadinho…
    Vi também que sobrancelhas finas estão voltando

  15. Kaua Moura  14.05.2022 | 00:57  

    Seus textos são demaaaais!! Amo suas pesquisas e como você as traduz de uma forma leve e instigante! <3

    • Kethlen Oldra  14.05.2022 | 22:10  

      Que post gostoso de ler. Adoro esse tema, Acho interessante analisarmos como eram as coisas no passado e comparar com a atualidade. A moda sempre volta, um exemplo é o estilo de calça mom jeans, que realmente minha mãe usava na adolescência, e agora é super atual. Kkk

  16. Brenda  14.05.2022 | 01:21  

    uma moda que eu não sinto saudade nenhuma e que por mim poderia ficar enterrada pra sempre é os jeans de cintura baixa dos anos 2000 essa pode ficar apenas nos museus 😂

  17. Driele  14.05.2022 | 05:35  

    Amei esse texto, que sonho escrever assim! Parabéns pelo texto, já animada para os próximos.
    Sobre a tendência que não quero que volte: sobrancelhas finas. Socorrooooo

  18. Janaina  14.05.2022 | 07:18  

    Ótimo texto!

  19. Pammella  14.05.2022 | 09:00  

    Amei o texto, às vezes esquecemos quanta evolução nós mulheres já enfrentamos e teremos que enfrentar.

  20. Gabriela T.  14.05.2022 | 09:32  

    Um hino de post!!!!

  21. Gabriela Gauziski  14.05.2022 | 09:38  

    Emocionadíssima com a volta do blog e com o conteúdo com começo meio e fim! Quem é de verdade sabe oque é importante mesmo. Parabéns á todos os colaboradores! Vou estar aqui sempre me informando com a ajuda de vocês 🧡

  22. Edla  14.05.2022 | 10:31  

    Hahahaha essa propaganda do batom (que não é de chocolate). Socorro

  23. Jess  14.05.2022 | 15:31  

    Espero q as calças de cintura baixa não voltem nuncaaaa

  24. Manuelly Karina  15.05.2022 | 02:08  

    Uma moda que na minha opnião não deveia voltar de jeito nenhum, mas infelizmente ta voltanto, é a calça de cintura baixa. Nossaa!!! só de lembrar da uma agonia kkkkk

  25. Julia  15.05.2022 | 19:00  

    Amei o post anterior e amei esse também!
    Muito interessante saber como somos influenciados e como as coisas tem muito haver com a cultura/costumes da época, arrasou demais no post!

  26. Ana Paula  15.05.2022 | 22:35  

    Amei o texto e refletindo uma coisa que não gostaria que voltasse são as calças de cintura baixa, peguei essa fase por obrigação, pois na época era dificilimo comprar uma calça que não fosse modelo Britney Spears rsrs, mas detesta usar!

  27. Chris Gnata  16.05.2022 | 11:54  

    Adorei

  28. Roberta  16.05.2022 | 16:44  

    muito bom o post!

  29. Vanderléia  16.05.2022 | 17:46  

    Nossa, que incrível conseguir olhar pra nossa relação com a beleza através da história. Amei o texto e já tô curiosa para os próximos!!!!

  30. Luisa  16.05.2022 | 19:14  

    Que post maravilhoso e necessario!!! Parabens !

  31. Andressa  17.05.2022 | 13:50  

    Mais um texto muito bom!!!
    Acho que a próxima coisa que volta são as sobrancelhas fininhas… espero que não, mas parece que sim hahahaha

  32. Ligiame  18.05.2022 | 10:43  

    Conteúdo maravilhoso! Achamos que estamos sendo originais, mas na real é apenas o efeito manada!! :)

  33. Luiza Grilli  25.05.2022 | 16:00  

    Amei essa matéria! Eu já tinha visto que essas modas sempre tem uma pitada de história, uma vez que eu tinha estudado sobre semiótica em Jornalismo. Moda sempre vem e vão! Espero que as próximas seja influenciando mais a sustentabilidade e conforto, e espero que nunca mais volte o jeans de baixa cintura. Um horror!

  34. Que texto interessante!
    Parabéns Ana Luiza, seus textos são ótimos!

  35. Bruna  27.06.2022 | 11:15  

    Que matéria fantástica!!