Viajar > Nossos Rolês

Roteiro California: o que fizemos em San Francisco

02.06.2022 • Karol e Maqui
42 comentários

Pois muito que bem, como ótimas blogueiras que somos, resolvemos reunir aqui, de forma que ajude na sua busca e organização para uma futura viagem, tudo de mais legal que fizemos durante nossa última ida para California. Vamos separar as publicações em três posts: esse sobre SF, um só sobre a road trip em si e um sobre nosso último destino, que foi Los Angeles. Aqui vai ficar registrado o MELHOR, mas se você quiser ver também os perrengues e o que acabou não entrando para essa lista assertiva, é só acompanhar os vlogs da viagem que rolaram no Instagram e no YouTube: dia 1, dia 2, dia 3, dia 4, dia 5, dia 6, dia 7, dia 8 e dia 9.

A ideia de viajarmos partiu da Maqui, que depois de ver imagens dos shows no Coachella com aquela luz dourada que só a Califa tem, me fez o convite pelo zap. Respondi que já estava com shortinho de ir e um mês depois embarcamos.

Nossa vontade inicial era visitar apenas Los Angeles, mas aí bateu desejo de passar por um lugar que ainda não conhecêssemos e decidimos por San Francisco. A road trip foi consequência depois de descobrirmos que, para ir de um lugar a outro, além da possibilidade de transporte aéreo, existia também a chance de viajar de carro por uma das estradas com visual mais lindo do mundo, a Highway 1 (mas isso é assunto para o próximo post!).

Nóis e a GG, que não é a Gloria Groove! haha

Pegamos um voo diurno saindo de São Paulo com escala na Cidade do México e destino final em San Francisco. Não existem voos direto do Brasil pra lá, mas são várias as opções de escalas e conexões.

Como nunca tínhamos ido pra SF, a Maqui fez uma pesquisa extensa em vários sites e blogs, mas principalmente no Ideias Na Mala, então fica aqui o nosso agradecimento à Mari por ter ajudado a tornar nossa viagem mais fácil!

No geral, dá pra dizer que a gente amou SF. É um lugar gostoso, amigável, cheio de coisas pra fazer e lindo! Entre restaurantes, lojas, passeios culturais e visuais bonitos, dá pra programar dias que agradam vários tipos de viajantes, sabe?! Tem muito vento? Tem (o bagulho é LOUCO). Tem muitas ladeiras que tornam passeios a pé MUITO difíceis? Tem também. Mas a real é que no geral o saldo final foi absolutamente positivo.

Dicas importantes:
📌 Não deixe NADA dentro do carro, caso esteja usando um, para evitar arrombamentos e furtos. É tipo uma lei não-oficial da cidade (tem avisos por todos os lados. Mesmo!)
📌 As coisas fecham cedo de verdade. E quando dizemos coisas, estamos falando de TUDO. Então vale sempre checar os horários de onde você quer ir e programar dias com atividades que comecem cedo para aproveitar bem.
📌 Use protetor solar mesmo se não estiver aquele sol quente de verão. A gente não sabia e descobriu do pior jeito que o vento também queima a pele do rosto! hahaha
📌 Cheque sempre a previsão do tempo! Existe uma neblina bem característica de San Francisco que ganhou até nome, Karl The Fog. haha Ela vem do nada e deixa a Golden Gate Bridge quase invisível, então fiquem ligados na previsão!
📌 Se você pretende se locomover por lá usando o transporte público, baixe o app MuniMobile, onde rola comprar passagens avulsas pra todos os tipos de transporte que a cidade oferece (são alguns), passes para 1, 3 ou 7 dias (sai mais barato comprar assim) e também pro famoso bondinho (cable car). A gente andou mais de Uber por lá, porque tínhamos poucos dias e queríamos chegar rápido aos destinos, mas a cidade é bem servida de transporte público.

Hospedagem

Lemos que os dois bairros mais populares para se hospedar eram Union Square e Fisherman’s Warf. O primeiro tem uma vibe centro comercial/financeiro, com shoppings e lojas, mas fica meio cidade fantasma aos fins de semana (quem viu nossos vlogs sabe haha) e o segundo é uma coisa mais praiana, na beira do mar e ao lado do Pier 39, um dos pontos turísticos mais bombados de SF. Escolhemos Fisherman’s Warf!

Foram HORAS de muita pesquisa, pois a turma dos 30+ tem lá suas exigências! hahaha As nossas eram: ter fácil acesso e ficar perto da praia, ter duas camas confortáveis no mesmo quarto, um banheiro decente, uma mesa de trabalho (para podermos editar os vlogs, etc), decoração bacana, recepção 24 horas, um preço ok que não extrapolasse o que gostaríamos de pagar (não estar nem na categoria dos baratos, nem na dos caríssimos). Acabamos escolhendo o Hotel Zephyr e o valor para 4 diárias ficou R$6.975. Por conta do dólar (e também da pandemia), hotéis em geral estão beeeeem caros.

A cama do Zephyr era bem decente, mas o chuveiro…

O veredito final é que ele contemplou quase tudo e deixou a desejar mesmo só na parte do banheiro, que era ok, de tamanho bom, limpo, mas com uma banheira pra ser usada como chuveiro, que era fraquíssimo, UÓ (tivemos que trocar de quarto pois entupiu tudo no primeiro banho! hahaha).

Rolês

Quem acompanha nossas viagens desde sempre sabe que a gente não é muito de fazer roteiros, somos mais Zeca Pagodinho deixa a vida me levar vida leva eu! haha Mas quando a cidade é desconhecida, pelo menos uma lista de lugares, bairros e restaurantes é importante ter, pra você não chegar totalmente sem rumo e perder tempo com isso lá, então foi o que a Maqui fez! No bloco de notas dela tinha alguns lugares que queríamos conhecer:

Fisherman’s Warf: o bairro onde escolhemos ficar hospedadas é na beira do mar, na fúria do vento e perto de alguns pontos turísticos bem conhecidos! O Pier 39 (achamos que tem uma vibe meio Disney) é cheeeeeio de lojinhas, restaurantes e é também de onde saem alguns passeios marítimos, como o horroroso tour pra ver baleias que nós fizemos! haha É por ali que chegam muitos dos peixes e frutos do mar que abastecem os restaurantes de SF, então você vai ver barco pra caramba, onde os pescadores cortam os peixes frescos pra quem quiser comprar. Se você se hospedar em Union Square e quiser passear por lá, sugerimos pegar a linha Powell-Mason do bondinho (cable car), que sai de lá e vai até Fisherman’s Warf.

A vibe em Fisherman’s Warf é essa!

Mission: bairro mais antigo de SF, que deu origem à cidade e hoje em dia é cheio de gente bonita e estilosa, comida boa e lojinhas legais! Foi a região por onde andamos no primeiro dia da viagem e deu uma impressão bem boa de SF! Nossa sugestão é começar caminhando pela Valencia Street, principalmente entre as ruas 18 e 21 e explorar as lojas. Chegamos lá no sábado logo depois do almoço e estavam acabando de montar uma feirinha de rua cheia de brechós incríveis, amamos! Dois outros pontos legais de visitar em Mission: o Clarion Alley, um beco totalmente grafitado com desenhos, em sua maioria, de apelo político e o Dolores Park, um gramadão inclinado onde a galera fica jogada fazendo piquenique, brincando com cachorros, conversando, se divertindo, vibe delicinha (apesar do vento absurdo haha). Sentamos lá pra tomar um sorvete e nos sentimos muito locais!

Tarde de sábado na Valencia Street

Haight-Ashbury: foi aqui que nasceu o movimento hippie nos anos 1960! Maqui botou na lista o cruzamento das ruas Haight e Ashbury e uma anotação ao lado que dizia “bairro com lojinhas legais, pra andar com calma e explorar”. No fim, acabamos não indo, por falta de tempo! =(

Castro: bairro essencial na história da luta LGBTQIA+, foi declarado o primeiro bairro gay do mundo depois do assassinato de Harvey Milk, importante ativisita da causa (já viram o filme?) e abertura do Twin Peaks, primeiro bar gay com janelas da cidade. É uma região cheia de lojas, livrarias, restaurantes, bares, baladas, arco-íris e história! Passamos por lá no nosso último dia em SF, bebemos drinks deliciosos no Twin Peaks e caminhamos pela Castro Street. Na esquina da Castro com a rua 18, as faixas de pedestre são rainbow, vale passar por lá!

Arco-íris por todas as partes no Castro!

Alamo Square: a praça onde ficam as Painted Ladies, aquelas 6 casinhas estilo vitoriano coloridas em sequência que aparecem na abertura da série Full House (e no remake Fuller House também). Confesso que fomos até lá só pra ver as casinhas, mas acabamos achando a praça deliciosa por vários outros motivos. Ela fica meio no alto, então a vista da cidade é legal, as flores coloridas da primavera estavam belíssimas e os cachorros brincando na grama derreteram nosso coração. haha Uma coisa legal que descobrimos ao chegar lá: uma das Painted Ladies está à venda e tem um Insta só pra ela! Quem quiser comprar, precisa desembolsar 3 milhões e meio de dólares e ainda uma puuuuta grana pra reforma, porque a bichinha tá acabada! haha

Golden Gate Park: esse parque, que é gigantesco (maior que o Central Park!), abriga várias atrações legais, entre elas dois museus. Visitamos um só, o California Academy of Science e foi um rolê MUITO legal! Compramos os ingressos antes de ir no próprio site do museu, que tem uma floresta tropical com pássaros e borboletas, um planetário, vários aquários hipnotizantes (ficamos alguns minutos paralisadas vendo as águas-vivas) e um jardim no topo do prédio que parece o lugar onde os Teletubbies moram e ajuda a regular a temperatura interna do lugar. Ah, eles têm uma opção de ingresso que te permite PASSAR A NOITE NO MUSEU, tipo uma festa do pijama!!!! Ficamos a fim, mas não deu. haha Dentro do parque ainda tem o De Young (museu de arte contemporânea), o Japanese Tea Garden (jardim japonês lindo), o Jardim Botânico de SF, um conservatório de flores e mil outras coisas legais!

A California Academy of Science foi um dos rolês mais legais que fizemos

Golden Gate Bridge: com certeza o cartão postal mais famoso da cidade é a ponte laranja-vermelha (debatemos que cor ela era de verdade, dependendo da luz, a cor muda haha) que liga SF à Sausalito. A bicha é enooooooorme, de comprimento e altura, e é linda de ver! Fomos aconselhadas a não tentar atravessa-la a pé (cansa e o vento é absurdo), e de bike só se a gente fosse atleta (não somos haha), mas de carro foi bem legal. Também tem mirantes onde você pode ir pra ter uma vista privilegiada da GG, paramos no Sausalito Vista Point, que fica logo depois que você sai da ponte em Sausalito, e tiramos fotos belíssimas, como a primeira desse post!

Sausalito: várias pessoas falaram pra Maqui que Sausalito valia o passeio, mas a real é que a gente achou meio sem graça porque, quando fomos, no final da tarde de sábado, já estava tudo fechado. Mas a micro cidade que fica do outro lado da ponte é fofinha, parece cenário, e tem uma vista linda do mar, então quando você atravessar a Golden Gate, vale uma voltinha por lá, nem que seja de carro, pra dar uma olhada.

Bondinho: o cable car é um clássico de SF! Ele é meio de transporte, muito útil pra encarar as ladeiras absurdas, mas também é passeio turístico. E se você pegar um operador divertido, como foi nosso caso, o rolê fica mais legal ainda: ele foi explicando tudo que víamos pelo caminho e indicando os melhores lugares pra tirar fotos. O sistema de bondinhos da cidade é o último no mundo operado manualmente e, olha, é manualmente MESMO. Se você pegar o bonde no ponto inicial, que fica na esquina das ruas Powell e Market, em Union Square, vai ver que o motorista desce do veículo e vira ele na plataforma de madeira na força do braço (mostramos no vlog), é uma loucura. A passagem pra uma única viagem no cable car custa US$8 e rola comprar no app MuniMobile. Se conseguir, sente do lado direito do bondinho, é onde as vistas são mais legais, ou vá em pé pendurado no degrau, o que também é bem divertido. A gente adorou!

No ponto final, o bondinho fica parado e rolar tirar fotos

MOMA: infelizmente não conseguimos ir por falta de tempo, mas o Museu de Arte Moderna que amamos em NY é ainda maior em SF! Indicamos mesmo sem ir porque é um museu incrível com uma lojinha mais incrível ainda. Vá por nós, tá?

Salesforce Park: um parque suspenso no meio do distrito financeiro pra dar um respiro verde? Tem em SF! Andamos da Union Square até lá no domingo e, assim, não tinha uma alma viva além da gente, o que foi meio esquisito, mas que lugar lindo! A quantidade de flores e plantas diferentes é impressionante, ainda mais com prédios espelhados de fundo fazendo o contraste. Tem um funicular que você pode pegar pra subir até o parque, mas fomos de elevador mesmo porque o funicular tava fechado, como todo o resto das coisas na rua esse dia! haha

O Salesforce Park visto de cima é especial! Foto: James O'Rear

Lombard Street: a rua toda arborizada e florizada (inventamos uma palavra) que desce em uma espécie de zigzag arredondado (invetamos também) vale uma passada! Enquanto rua, ela não faz muito sentido, mas que é bonita, é! haha A linha Powell-Hyde do bondinho te deixa na parte de cima da Lombard e aí você pode descer andando e admirando as casas lindas e as flores coloridas.

Palace of Fine Arts: esse lugar é difícil de explicar porque é meio absurdinho, mas basicamente, em 1915 construíram uma espécie de estrutura que lembra as ruínas antigas de Roma no meio da cidade pra uma feira de arte, a feira de arte acabou, o povo de SF curtiu aquele negócio grandioso e ele tá lá até hoje! haha Colunas altíssimas, estátuas sem cabeça, um lago cheio de patos e muita gente fazendo fotos de casamento ou formatura, esse é o Palace of Fine Arts. Estranho, mas interessante. Coisa de rico excêntrico, sabe? haha

DO NADA, no meio da cidade, o Palace of Fine Arts

Chinatown: SF tem a maior Chinatown fora da Ásia e também a maior Chinatown dos EUA, foi ali que inventaram o biscoito da sorte chinês, acreditem ou não! A gente foi lá rapidinho porque a Maqui tinha visto a dica do biscoito em um reality do Discovery+ e queria conhecer a fábrica, então não aproveitamos muito a região, mas dizem que tem muita coisa legal pra ver, lojinha pra fuçar e comida boa pra comer!

Alcatraz: um dos passeios mais famosos de SF é a Ilha de Alcatraz, que abrigou a prisão de segurança máxima mais famosa do mundo até 1963. Compramos os ingressos (US$49 por pessoa) no site Alcatraz Island antes de sair do Brasil. O passeio parte do Pier 33 e a travessia de barco demora uns 10-15 minutos, bem tranquila. Chegando na ilha, você está livre pra ficar quanto tempo quiser e passear no seu ritmo, mas a gente tinha outros compromissos no dia, então acabamos passando 2 horas e pouco por lá. Foi suficiente pra caminhar por boa parte da ilha e fazer o tour guiado do bloco de celas, com certeza o mais legal! Você pode baixar o áudio do tour no celular e ir ouvindo ou pegar um aparelho deles que vai te guiando (em várias línguas, inclusive português) pelas diferentes áreas e celas da prisão. Quem narra o tour são ex guardas e detentos e é tipo uma historinha mesmo, super bem feita e te prende até o final. Adoramos!

A Ilha de Alcatraz é linda e o tour guiado imperdível

Compras

Não vamos negar: elas são parte importante de qualquer viagem nossa. Adoramos entrar em lojas que não conhecemos (e nas que conhecemos também) e achar coisas diferentes do que vemos aqui! A real é que quanto mais passam os anos, menos a gente vê produtos fora que não achamos iguais ou bem parecidos no Brasil, mas ainda assim, tem muita coisa interessante que só um outro lugar do mundo pode te oferecer. Não fomos em muuuuuitas lojas em SF e em nenhum shopping, mas essas foram as que a gente mais curtiu:

Heath Newstand: meio banca de jornal, meio livraria, meio loja de coisas diferentonas, foi assim que a gente definiu a Heath! Ela fica ao lado do Tartine Manufactory, restaurante delícia (dicas de comida ali embaixo) então fomos lá matar tempo enquanto esperávamos nossa mesa. São muitas revistas, muitos livros, muitos quebra-cabeças, itens de papelaria, cartões, acessórios, doces, roupas diferentes…
📍Onde fica: 2900 18th St., Mission

Heath Newstand e Ceramics: que duplinha de lojas legal!

Heath Ceramics: mal saiu da banca, já entra na porta ao lado e você vai cair em uma loja incríiiiivel de cerâmicas autorais e decoração. Além de uma fábrica de azulejos bem no meio do espaço, você vai encontrar louças, talheres, acessórios e até móveis, tudo lindo!
📍Onde fica: 2900 18th St., Mission

Open Editions: outra loja de coisas pra casa muito legal, foi aqui que a Maqui comprou vasos de vidro soprado neons! Fica ligada na coleção de totebags bordadas penduradas na parede, bonitas e úteis pra carregar suas compras. Quando a gente foi, a atendente da loja era brasileira, então dá uma palavrinha em português quando entrar lá e vê se ela se identifica! haha
📍Onde fica: 788 Valencia St., Mission

Pirate Suply Store: San Francisco está no mar, então naturalmente a cidade é cheia de piratas, certo? Certo! haha Essa loja vende itens de/para piratas, tipo tapa-olhos, mapas antigos, polvos de pelúcia, etc etc etc e com a grana arrecadada, mantém um programa educacional grátis de escrita criativa. Demais, né? A loja também é demais, cheia de gavetas na parede que contém surpresas que só abrindo pra descobrir!
📍Onde fica: 826 Valencia St., Mission

Aldea Home and Baby: desde que Manuel nasceu, as lojas infantis fazem parte dos nossos roteiros, por isso resolvemos entrar na Aldea quando passamos e vimos a vitrine! Brinquedos fofos, roupinhas, móveis, acessórios, quaaaaaase saímos de lá com um cavalo inflável, mas no fim levamos apenas um boné, ufa! haha
📍Onde fica: 890 Valencia St., Mission

Macy’s: uma coisa que você precisa saber sobre Maqui e Karol é, se a gente passa por uma Macy’s, a gente entra!! haha A maior loja de departamento dos EUA é meio feia, velha, careta, todas as caixas têm tipo 100 anos de idade, mas ai, vende tanta coisa legal lá, com preços mais legais ainda! Destaque para a seção plus size, onde Maqui e dona Emilia são muito felizes sempre, e pra seção de pijamas e lingeries. As opções parecem infinitas!
📍Onde fica: 170 O’Farrell St., Union Square

Open Editions e Fabulosa Books, adoramos conhecer as duas

Fabulosa Books: essa livraria do bairro Castro tem uma coleção enorme de literatura LGBTQIA+, incluindo uma parte toda dedicada a livros infantis com essa temática.
📍Onde fica: 489 Castro St., Castro

Reformation: sempre tive muita vontade de entrar numa loja da marca e JAMAIS esperei encontra-la assim, do nada, sem pesquisar antes. Estávamos andando pela rua Valencia, e pá, lá estava ela. A Reformation faz roupas incríveis com tecidos reutilizados e eco-friendly. É uma queridinha das famosas que acreditam nesse tipo de consumo. Eu confesso que achei as roupas bem bonitas, mas me encantei mesmo foi com o sistema do provador. Basicamente você dá seu nome para a vendedora e recebe uma senha para ir até sua cabine. Lá encontra opções de iluminação para escolher, espelho, um ipad e uma espécie de armário. No tablet seleciona seu tamanho e aí consegue visualizar todas as peças da loja vestidas numa modelo com o corpo parecido com o seu (AMÉM!). Aí seleciona o que quer experimentar e as peças aparecem magicamente dentro do armário. Quer outra cor? Modelo? Tamanho? Só clicar no iPad e pronto!
📍Onde fica: 914 Valencia St., Mission

Rangos

Se pá, comer é o aspecto mais importante pra gente quando estamos viajando! Talvez esse seja o único momento em que não economizamos dinheiro e escolhemos sempre pelo melhor. Isso não quer dizer que o melhor é sempre caro, mas com certeza quer dizer que não deixamos de comer (quase) nada por conta do preço! Então bora compartilhar os restaurantes e comidas pelos quais voltaríamos pra cidade:

Tartine Manufactory: a primeira refeição que fizemos em SF foi lá, a Maqui tinha lido sobre esse lugar no Time Out (ótimo site pra pesquisar restaurantes pelo mundo) e fomos na intenção de tomar um brunch! Esperamos um pouquinho por uma mesa, mas logo ao lado tem a Tartine Bakery, onde você consegue pegar um biro biro (petisquinho, na nossa linguagem) pra beliscar enquanto espera. Foi o que a gente fez, então a espera foi de boa! Pra refeição, dividimos uma salada caesar de kale (US$16,25, gostosa, mas nada assim UAU) e uma pizza cacio e pepe (queijo e pimenta, US$20,75), essa sim UAU! haha O lugar é lindinho, a padaria fica bem no meio do espaço, então todo mundo consegue ver um monte de pão quentinho saindo do forno. Aprovamos!
📍Onde fica: 595 Alabama St, Mission

Nopa: vamos da primeira à última refeição em San Fran, que foi no Nopa. Aqui a espera foi longa (recomendamos fazer reserva), mas nossa, como valeu a pena! O lugar tava bombando lotado e sentamos em uma mesa comunitária onde tivemos certeza que pegaríamos Covid, mas no fim deu tudo certo! haha A especialidade lá é comida feita no forno à lenha com ingredientes sazonais. Inicialmente, resolvemos ir porque queríamos comer uma couve de bruxelas que tínhamos visto na internet, mas ao chegar, a surpresa: o menu muda quase todo dia e não tinha! =( Mas tudo bem, absolutamente tudo que comemos tava delicioso: uma salada de alface, avocado, cereja, queijo feta e noz pecan, um queijo de cabra quente com frutas vermelhas na torradinha, um brócolis assado com alho e limão e uma espécie de ensopado com vários legumes e muito tempero. Ai ai, saudade!
📍Onde fica: 560 Divisadero St., Haight

Tartine Manufactory e Nopa, saudade de vocês!

Boudin Bakery: SF é conhecida por um tipo de pão, o sourdough, que foi praticamente inventado e aperfeiçoado por anos na Boudin! É um pão crocante e meio azedo (sour em inglês) que existe em muitos outros lugares, mas dizem que ele é diferente na Boudin por conta da massa, que está “viva” há mais de 150 anos. Sim, você leu certo! Eles usam a mesma mistura de água, farinha e levedura desde 1849. É a massa-mãe. haha O pão puro mesmo a gente não comeu, mas experimentamos uma versão dele em um sanduíche de presunto e queijo (US$11,59) e em um ovo Benedict com caranguejo (US$17,79) e gostamos. Um prato famosérrimo de lá é a sopa de mariscos dentro do pão, a Maqui queria muito comer, mas acabamos não voltando outro dia. A comida é boa? É boa! É magnífica? Não! Mas o lugar é bem legal, os pães passeiam pela loja em trilhos no teto, o mercado tem muita coisa gostosa e, po, é uma entidade da cidade. Vale a visita! Ah, tem outras unidades (inclusive uma no Pier 39) e também um restaurante de comida mesmo, que fica no andar de cima do espaço em Fisherman’s Warf.
📍Onde fica: 160 Jefferson St, Fisherman’s Warf

Elephant Sushi: encontramos a Lola, uma amiga que mora em SF, e ela nos levou nesse restaurante japonês! Todos os sushis eram bem gostoso, mas um em especial ficará marcado pra sempre na nossa memória até o dia em que voltarmos lá pra comer de novo! Se você for no Elephant Sushi, por favor peça o Flaming Seabass Roll (US$19). Ele chegou na mesa enrolado em um papel alumínio e acenderam um fogo embaixo, de forma bem dramática. Esperamos apagar e a garçonete então abriu o embrulho e revelou aquela coisa linda pra gente. É um sushi quentinho de robalo assado com atum apimentado, aioli de ovas, óleo de gergelim e molho teriyaki docinho. MANO! Tem que comer de colher, porque se pegar com hashi, ele desmancha todo. E a colher serve pra depois raspar até a última gota de molho do papel alumínio e lamber. Nunca esqueceremos dele! Dica: entre na fila de espera pelo Yelp antes de ir, assim não demora tanto pra sentar na mesa.
📍Onde fica: 1916 Hyde St, Russian Hill

O Flaming Seabass do Elephant Sushi não é a coisa mais linda, mas pqp, como é gostoso! Já o pier do Scoma’s é a coisa mais linda sim

Scoma’s: essa dica recebemos de uma seguidora, a Juliana, que mandou uma DM pra Maqui falando que conhecia um restaurante gostoso e meio escondido em Fisherman’s Warf que valia a visita! Olha, era escondido mesmo, no meio de um monte dos barcos, mas a gente achou! O Scoma’s é um clássico de SF, tão clássico que a rua onde ele fica foi renomeada Al Scoma, em homenagem a seu fundador. O lance lá é que a comida vai do mar direto pro prato, “pier to plate”, como eles gostam de dizer, então tudo é fresquinho! O que mais gostamos no Scoma’s, sinceramente, foi o ambiente externo. Sentamos em uma mesa na beira do mar e a refeição foi uma delícia, mesmo com o vento enrolando a toalha da mesa a cada 5 segundos. haha Comemos lulinha frita de entrada (US$19, delícia), uma massa com camarões (US$32, nada demais, apenas ok) e um prato típico da cidade chamado cioppino (US$44), que é basicamente um monte de frutos do bar em um molho de tomate (bem gostoso). Brigada, Ju!
📍Onde fica: 1965 Al Scoma Way, Fisherman’s Warf

Bi-Rite Creamery: facilmente um dos melhores sorvetes que já comemos na vida foi o da Bi-Rite! A dica é: entre na fila (não desista!), escolha o sabor que quiser na casquinha de waffle pequena (US$5.50), atravesse a rua até o Dolores Park, sente na grama e apenas aproveite. Pra imitar a Karol, peça lavanda com mel e pasta de amendoim com sal por cima. Para imitar a Maqui, caramelo salgado e morango balsâmico. De nada!
📍Onde fica: 3692 18th St, Mission

Aguenta o vento no Dolores Park porque vale a pena!

Golden Gate Fortune Cookie Factory: nessa loja onde uma senhorinha chinesa bota (manualmente!) bilhetinhos dentro de mais de 20.000 biscoitos da sorte por dia, você consegue comprar essa iguaria de mil jeitos diferentes. Coberto com chocolate, morango, chá verde, confeitos…é uma loucura! Ou rola comprar apenas um saco com uns 20 biscoitos da sorte por US$4, jogar todos os números na Mega-Sena e depois dividir o prêmio com a gente, que tal?
📍Onde fica: 56 Ross Alley, Chinatown

Sim, não precisa nem separar as dicas no seu bloco de notas igual a Maqui fez. É só guardar esse post na aba de favoritos e consultar pra quando também quiser viver o que de melhor fizemos em San Francisco.


Karol e Maqui
Comentários

  1. Carolina  03.06.2022 | 12:59  

    Que riqueza de detalhes! Já vi os vídeos e agora esse presentão com mais detalhes no blog. E a senhorinha da sorte, hein. Muitos biscoitos e mensagens para colocar dentro 🌞

  2. Gabriela T.  03.06.2022 | 13:01  

    AI QUE NOSTALGICOOO

  3. Steffane Araujo  03.06.2022 | 13:02  

    Aí! Como eu amo ler posts assim! ❤️

  4. Isabela  03.06.2022 | 13:03  

    Ameiiiiii, muito KOMPLETO mesmo!!!

  5. Jana  03.06.2022 | 13:15  

    Amo blog… Ler sobre viagens em blog traz uma experiência de curiosidade, interesse diferente dos vídeos. Acho que precisamos dos dois tipos de pesquisa para planejar uma viagem. Amei ler a experiência de vocês, as dicas, a maneira como escreveram o post. ❤️

  6. Aline  03.06.2022 | 13:18  

    Amei! Estou organizando roteiro pra SF e vou anotar várias dicas!!!

  7. Ariane  03.06.2022 | 13:40  

    Meninas…

    O que dizer? … Vcs arrasaram? É pouco.

    Viajei com vcs nos blogs, revivi tudo
    Lendo esse post belíssimo e agora, já estou rezando pra nossa senhora do dólar, pra me abençoar e fazer uma viagem assim tmbm.

  8. Gabrielle  03.06.2022 | 13:42  

    Belo roteiro, deu até saudade de voltar lá. Aliás, saudade é um sentimento eterno quando vc conhece SanFran. Pra mim, a melhor cidade dos Estados Unidos.

  9. Aline Valentim  03.06.2022 | 13:47  

    Eu amoooooo ler sobre viagens, ainda mais um texto tão completo.

  10. Marilia  03.06.2022 | 14:17  

    Oie Ka e Maqui!! O lance do carro rola porque reduziram o furto de mercadorias de até US$950,00 da classificação de crime para a de contravenção penal, então ta rolando MUITO lá, principalmente em lojas e carros. Post muito completoo, incrível!!!

  11. Ana Paula  03.06.2022 | 14:23  

    Vou viajar? Não. Mas amo assistir e ler sobre viagens. Vai que um dia né?! 😉

    • Débora Raquel  03.06.2022 | 22:37  

      Eu toda 😂😂 dinheiro pra viajar não tenho, mas amo acompanhar as experiências delas ❤️

  12. Jessica  03.06.2022 | 15:30  

    Já comentei no video, mas um lugar desse merece comentário no blog também: Obrigada por me apresentarem o California Academy of Science. Eu sou Cientista do Mar, trabalho com biologia marinha em Santos-SP e decidi que essa seria minha profissão aos 8 anos quando eu vinha direto visitar o Museu de Pesca e Aquário de Santos. Por isso, lugares assim tem uma importância muito grande para mim! Eu imagino o tanto de criança que já foi influenciada a escolher uma profissão lá na California Academy of Science. Cada uma se interessando por um aspecto dentro daquele lugar que tem tanta coisa incrível! Nunca tive a menor vontade de conhecer a Califórnia, não parecia um tipo de destino que eu gostaria, e já vi vídeos incríveis sobre lá (aka road trip 1 da Maqui e da Karol), só achei que não era pra mim mesmo. Mas a emoção que eu senti conhecendo esse lugar por vocês me fez mudar de ideia. Filma aqui, to arrepiada!
    Sério, o dia que eu visitar esse lugar, vou marcar vocês e enviar foto com as algas vivas agradecendo de novo por terem me mostrado esse lugar.
    Fiz questão de parar um tempinho pra escrever isso, e espero que possa ser uma migalhinha mostrando que vocês estão no caminho certo, sempre estiveram, na produção de conteúdos… (exceto tik tok da karol que eu me recuso a baixar o aplicativo para acompanhar lá pois eu sou uma senhora em minha alma)

  13. Jessica  03.06.2022 | 15:36  

    Ah, sobre o vento, queria contar pra vocês que ele queima por causa da troca de calor muito rápida. Não tem interação com o sol nem nada, mesmo que estivesse de noite e muito vento, ele pode queimar. Eu explicaria um pouco melhor, mas já não me lembro tão bem das aulas de física que tive na faculdade, então isso é tudo que consigo contribuir no momento. Quem quiser saber mais pesquisa aí Troca de calor/queimadura por vento/dinâmica dos flúidos

    • Anabela Dias  03.06.2022 | 18:11  

      A vossa escrita e forma de contar as coisas é incrível!
      Senti-me teletransportada para São Francisco! 🥰

  14. Jenny  03.06.2022 | 15:38  

    Eu simplesmente amei essa viagem de vocês! SF é linda! O lance de Alcatraz… Fiquei viajando por horas após assistir os vídeos.
    Obrigada pela riqueza de detalhes!
    Beijo nas duas ❤️

  15. Brunna  03.06.2022 | 15:44  

    Eu amei muito a vibe de SF, e nada melhor do que ver um roteiro de +30 kk as prioridades são perfeitas e os rolês foram ótimos, ainda esperando pela baleia 😞

  16. Anna Magalhães  03.06.2022 | 15:48  

    Eu e minha família estamos indo pra Califórnia em julho e, apesar de não ser a primeira vez, amei as dicas, principalmente das livrarias e da feirinha! Parabéns pelo blog (ainda bem q ele voltou. Muito chato não ter mais blogs pra gente ler) e pelo texto muito bem escrito, cheio de informações e divertidos. Bjs pra vc Karol e pra Maqui

  17. CAMILA ROSA  03.06.2022 | 15:55  

    Meninas, que saudade eu estava de um post DETALHADO nesse nível!<3 Sempre quis conhecer SF porque uma das minhas séries favoritas da infância era As Visões da Raven. Agora, com todas essas dicas fica tudo muuuito mais fácil. Obrigada por terem voltado com o blog! <3

  18. Paloma  03.06.2022 | 15:58  

    JURO que estava assistindo o último Vlog hoje e pensei “tomara que saia um post no blog com os restaurants” hehe
    Moro em Pasadena, do ladinho de LA e as dicas de vcs são ótimos :)
    Bjo e obrigada

  19. Laysa  03.06.2022 | 16:39  

    Perfeitaaaas! Ficou ótimo dessa forma. Realmente ter essas informações todas por escrito é muito mais fácil! (mas não deixei de ver os vlogs mesmo assim haha)

  20. Lais  03.06.2022 | 16:51  

    nunca tive vontade de conhecer são francisco mas fui convencida por esse post👏🏼

    • Anabela Dias  03.06.2022 | 18:10  

      A vossa escrita e forma de contar as coisas é incrível!
      Senti-me teletransportada para São Francisco! 🥰

  21. Gab  03.06.2022 | 16:57  

    Ah eu ameiiiiii. Já quero conhecer esses lugares lindos

  22. Nick  03.06.2022 | 17:07  

    Apenas acabei de colocar SF na minha listinha de futuras viagens!

  23. Isabella Z  03.06.2022 | 18:37  

    Essa cidade é perfeita e esse post me deixou cheia de saudades. Vou consultá-lo assim que voltar pra lá (espero que seja logo). Só fiquei 3 dias e faltou um monte de coisa. Indico muito ver o pôr do sol tomando sorvete na Ghirardelli Square, o sundae de caramelo salgado foi o melhor que já comi!

  24. Camila Moura  03.06.2022 | 19:39  

    Bom é isso! Vou ter que ir pra San Francisco!!!!!!!!

  25. Suellen  03.06.2022 | 19:46  

    AMEIII o Kontúudo!! Super kompleto!!!

  26. Débora Raquel  03.06.2022 | 22:34  

    Você descreve com tantos detalhes que até parece que eu tava lá kkk
    Deu vontade de ir em todos esses restaurants provar as delícias

  27. Débora  03.06.2022 | 23:07  

    MEU DEUS, QUERO UM BLOG DE NOVO TAMBÉM 😍

  28. Gleide  04.06.2022 | 09:52  

    Cara! Vídeo é massa sim, mas ler é muito mas ler é maravilhoso.
    valeu meninas!

  29. Lene Assunção  04.06.2022 | 12:13  

    Que maravilhaaaa o blog de volta!!! Sou apaixonada por conteúdos incríveis assim em texto! Obrigada meninas 🥰😍🥰😍

  30. Luciana Mauricio  07.06.2022 | 12:01  

    É… Não tem jeito. Terei que ir para São Francisco!!!! Os vlogs e esse post estão divinos. Que bom consumir o conteúdo de vocês, Karol e Maqui. Parabéns!!!!

  31. Bru  21.06.2022 | 07:38  

    Me identifiquei horrores!!!! Hahahahaha
    Amei o post. Acredito que a razão foi de 5%falta de oxigênio no cérebro e 95% de consciência política. Maravilhosa

  32. Renata Franciele  21.06.2022 | 12:58  

    Eu amei cada parada que vcs fizeram, eu amo os vídeos de viagem, me sinto viajando com vcs ❤️

  33. Luana  21.06.2022 | 17:44  

    YAYYYY… eu bem que amei as dicas esclarecidinhas.. Não que eu vá viajar logo, mas vai que….